publicado em 06.06.2019 ÀS 16:44

Evento marca o lançamento do McDia Feliz 2019

Está dada a largada para o McDia Feliz 2019. A Arcos Dorados, maior franquia do McDonald’s no mundo, anunciou ontem, em São Paulo (SP), a realização da 31ª edição do McDia Feliz no Brasil. Será o segundo ano que o Instituto Ayrton Senna participará da campanha como instituição beneficiada, ao lado do Instituto Ronald McDonald. 

“É a consolidação da parceria em uma ação estratégica e relevante do Mc Donald’s e que contribui muito com nossas iniciativas de dar oportunidades aos jovens brasileiros, uma das bandeiras mais importantes do Instituto Ayrton Senna. Com as arrecadações repassadas ao Instituto em 2018, cerca de 660 mil alunos foram impactados”, avaliou Thiago Fernandes, diretor de Negócios do Instituto Ayrton Senna.

“A sinergia entre Instituto Ayrton Senna e Mc Donald’s é total. Temos em nosso DNA o objetivo de dar oportunidade ao jovem, seja no seu primeiro emprego ou na construção do seu projeto de vida. Investir no jovem e na educação é algo feito com maestria pelo Instituto Ayrton Senna e, por isso, essa parceria é tão importante para nós.”, comentou Paulo Camargo, presidente da Divisão Brasil da Arcos Dorados.

Vida longa  

O primeiro McDia Feliz Brasil aconteceu em 1988 e, hoje, é a maior iniciativa brasileira de arrecadação de fundos para instituições que apoiam causas ligadas às crianças e aos jovens. Nesses 30 anos, cerca de R$ 300 milhões foram arrecadados por meio da campanha.

“A população brasileira se identifica com o McDia Feliz. Depois de 30 anos, as pessoas conhecem a causa, sabem para onde vão os recursos e se orgulham em participar. Mas sempre há espaço para comunicar bandeiras tão importantes. Nosso trabalho de comunicação não pode parar e ainda há espaço para fazer muita coisa”, projetou Camargo.

Causas que se complementam 

Viviane Senna, presidente do Instituto Ayrton Senna, também concorda que há muito a ser feito pelas crianças e jovens do Brasil. “Mas existem crianças que, antes de qualquer coisa, precisam ganhar a corrida pela sobrevivência, a corrida pela vida. Garantir saúde e oportunidade às crianças e jovens brasileiros é um compromisso que precisamos firmar com urgência”, defendeu Viviane.

“É uma honra e um privilégio estar junto ao Instituto Ayrton Senna nessa campanha. Não é uma causa ou outra: são as nossas crianças. A criança precisa garantir sua saúde e precisa ter oportunidades para se desenvolver. Fica muito claro que as nossas causas de complementam”, disse Francisco Neves, superintendente do Instituto Ronald McDonald.

Quando o McDia Feliz começou no Brasil, dados do Instituto Nacional do Câncer mostraram que a chance de cura dos diversos tipos de câncer infantojuvenil girava em torno de 35%. Em 2018, esse índice chegou a 64%. Neves reconhece que esse resultado foi alcançado por muitas instituições e iniciativas, mas está certo de que o trabalho do Instituto Ronald McDonald contribuiu para a melhora nos números. Em 30 anos, o instituto soma mais de 10 milhões de diagnósticos precoces de câncer infantil.  

Neves contou à nossa reportagem que, há alguns anos, percebeu que as crianças que passavam por tratamento contra o câncer, hospedadas na Casa Ronald McDonald do Rio de Janeiro (RJ), ficavam afastadas da escola e acabavam perdendo o ano escolar. Os prejuízos não paravam por aí: a autoestima das crianças começava a ficar abalada. “Decidimos fazer parcerias com instituições de ensino e secretarias de Educação para que professores fossem dar aulas nos hospitais e nas clínicas de tratamento”, explicou. 

O resultado surpreendeu a todos. “Começamos a notar que as crianças mudaram, ficaram mais felizes, alegres e respondiam mais ao tratamento”, relembra Neves. Os psicólogos que atendiam as crianças trouxeram a resposta: “As crianças diziam que se estavam investindo na educação delas, isso significava que elas não iam morrer”. Para Neves, relatos como esse não deixam dúvida: saúde e educação andam de mãos dadas.

O Instituto Ronald McDonald apoia instituições de diagnóstico precoce e atuam na melhoria do atendimento médico-hospitalar, casas e grupos de apoio, além de Casas Ronald McDonald e Espaços da Família Ronald McDonald, que acolhem os jovens pacientes e suas famílias durante o tratamento.

31ª edição

Em 2019, o McDia Feliz será realizado em 24 de agosto. Nesse dia, toda a venda de Big Mac realizada nos mais de 900 restaurantes McDonald’s de todo o país (exceto alguns impostos) será doada para as duas entidades de acordo às necessidades dos projetos em andamento. 

Apesar do evento acontecer apenas no último sábado de agosto, também será possível participar da campanha comprando o tíquete antecipado do Big Mac on-line. Mais informações em breve.

Digite o assunto que deseja pesquisar

Comentar
Mensagem
Comentários